Nos últimos anos a América Latina como um todo vêm enfrentando complicações políticas e econômicas. Usando alguns dados do Banco Mundial e de censos de opinião como o Latin American Public Opinion Project (LAPOP) e o Latinobarómetro tento visualizar como está o sentimento público em relação à democracia e à economia. Todos os dados analisados são de 2017.

Economia

O desempenho da América Latina como um todo tem sido fraco nos últimos anos. Quando comparada a outras regiões vê-se como estes países tiveram crescimento fraco.

Se atentarmos especificamente para o Brasil vamos que o país está severamente atrás da região.

Inflação

Parte Fiscal

unique(data_imf$indicador)
##  [1] General government revenue, other, interest income                                    
##  [2] Gross domestic product in U.S. dollars                                                
##  [3] Gross domestic product, constant prices, National Currency, percent change            
##  [4] Consumer Prices, end of period, percent change                                        
##  [5] General government net lending/borrowing, percent of fiscal year GDP                  
##  [6] General government primary net lending/borrowing, percent of Fiscal year GDP          
##  [7] General government gross debt, percent of Fiscal year GDP                             
##  [8] Purchasing Power Parity,  share of World                                              
##  [9] Fiscal year gross domestic product, current prices                                    
## [10] General government expense, interest, percent of fiscal year GDP                      
## [11] General government revenue, percent of fiscal year GDP                                
## [12] General government total expenditure, percent of Fiscal year GDP                      
## [13] Balance of Payments, Current Account, Total, Net(BPM6), percent of GDP in U.S. dollars
## [14] Gross Domestic Product, Real, Percent Change, Score                                   
## 14 Levels: Balance of Payments, Current Account, Total, Net(BPM6), percent of GDP in U.S. dollars ...

Desemprego

O Lapop pergunta aos entrevistados a sua satisfação quanto à situação econômica do país. Como se vê, a maior parte dos brasileiros se diz insatisfeita.

Relativamente aos demais países da América Latina, fica clara a grande insatisfação dos brasileiros quanto à economia. Neste quesito, o Brasil está pior do que a Venezuela.

A fraca performance econômica é acompanhada de uma perda da noção de progresso.

A perspectiva futura também é fraca.

Democracia

Nota-se em ambas as pesquisas a baixa satisfação com o funcionamento da democracia no Brasil.

O Brasil fica atrás de todos os países consultados da América Latina. O percentual que afirmar estar satisfeito ou muito satisfeito soma apenas 12.75%.

Faixas etárias

A insatisfação com a democracia parece ser mais acentuada entre os mais jovens, que - relativamente às demais faixas etárias - tem uma perspectiva favorável de regimes autoritários. Em particular, aqui o entrevistado escolhe qual das frases abaixo ele mais concorda.

  • A democracia é preferível a qualquer outra forma de governo.
  • Em algumas circunstâncias um governo autoritário pode ser preferível a um governo democrático.
  • Para pessoas como eu tanto faz um regime democrático ou autoritário.

O primeiro gráfico abaixo mostra a média das respostas nos países da América Latina excluindo o Brasil. As respostas dos brasileiros são apresentadas no gráfico seguinte para facilitar a comparação. Vemos que, em relação à médias das respostas de outros páises da América Latina, os brasileiros parecem ser mais favoráveis a regimes autoritários. Ao contrário do que se vê no resto do continente, os mais jovens parecem dar maior preferência aos governos democráticos em relação aos mais velhos; nota-se, contudo, que em média todas as faixas etárias preferem menos a democracia do que os demais países da América Latina. O percentual de entrevistados que responde “não sei” também é maior no Brasil.

Confiança nos outros (capital social)

Muitos estudos indicam a importância do capital social, isto é, o quanto pode-se confiar nos outros. Uma visão geral da importância da confiança nos outros pode ser vista aqui. Neste aspecto novamente o Brasil aparece mal